Etapa 4/4 – Entenda os procedimentos para conseguir o Visto

Agora vamos esclarecer os procedimentos e documentos necessários para conseguir o visto. Confira abaixo todos os requisitos para conseguir o visto em cada destino, repare que cada país tem as suas peculiaridades.

Austrália
Nova Zelândia

Permissão de Estudos:
O visto canadense é para os estudantes que pretendem ficar mais que seis meses no Canadá. Os alunos que irão fazer ensino médio (high school) também devem aplicar este visto, mesmo que a duração do curso seja inferior a seis meses.

Para você que deseja estudar por seis meses ou menos e concluir seus estudos durante esse período, é necessário solicitar o visto de turismo com permissão de estudos.

No caso de curso com duração superior a seis meses, é necessário incluir na documentação o exame médico, que é emitido por um médico credenciado pelo Consulado.

Antes de solicitar o visto de estudante, seja qual for a duração do curso, você precisará ser aceito em uma escola canadense, após isso, inicia-se seu processo de visto.

Estudantes com destino a província de Quebec poderão precisar da aprovação daquela província antes da emissão do visto. Essa aprovação é conhecida como CAQ – Certificado de Aceitação de Quebec.

Os documentos necessários para a aplicação do visto canadense são:
– Formulário para visto de turismo IMM5257, preenchido e assinado;
– Formulário de questões adicionais preenchido e assinado;
– Formulário de consentimento preenchido e assinado;
– Formulário de informações familiares IMM5645;
– Passaporte original, com validade mínima de 06 meses;
– Passaportes anteriores originais (caso tenha);
– 2 fotos 3×5 iguais e recentes (menos de seis meses);
– Carta de aceitação emitida por uma escola no Canadá (em caso de permissão de estudos);
– Se estudante: Declaração escolar ou 3 últimos comprovantes de pagamento;
– Certidão de casamento – se casado.

Cópia de documentos que comprovem recursos financeiros e vínculos com o país como:

– Cópia da última declaração de Imposto de Renda com recibo de entrega;
– 3 últimos extratos bancários (mais ou menos CA$1000 por mês); ************** Verificar se que mencionar valor. O consulado alega que tem que ter disponível cerca de CAD10.000/ano só para hospedagem. Tem todas as demais despesas. Estimo um pouco mais de CAD1.000/mês. Essa informação não é oficial e não garante o visto.
– 3 últimos extratos de investimentos, aplicações, etc;

– Se for receber suporte financeiro (pais, tios, avós, etc.), anexar à documentação financeira dos mesmos, juntamente a uma declaração que informe que irão custear suas despesas.

Se empregador:
– Cópia do contrato social;
– Pró-labore ou DECORE dos 03 últimos meses;

Se empregado:
– Cópia dos holerites dos 03 últimos meses;
– Cópia da carteira profissional (se empregado);
– Carta de férias da empresa;

– Para os menores de 18 anos, deverá ser feita uma carta de autorização de viagem assinada pelos pais e com firma reconhecida (recomenda-se emitir 3 vias, uma para o consulado e duas para utilizar durante a viagem).
– Dependendo do tempo de permanência no Canadá, será necessário também um exame médico, que é realizado por um médico junto ao consulado canadense. – Em caso de permissão de trabalho, você deverá apresentar sua oferta de emprego que deverá indicar claramente o motivo pelo qual você foi escolhido, as atividades que você irá desempenhar e as datas de início e término desse trabalho. – O certificado de aceitação da província do Québec (Certificat d’acceptation du Québec) se for o caso.

Alguns documentos adicionais para casos de:
• Cursos, independente do período: apresentar carta de aceitação pela instituição escolhida. (essa informação já consta na lista de documentos)
• Visita a parentes e amigos: apresente uma carta convite de seus conhecidos canadenses juntamente com um documento que prove a cidadania canadense de seu parente ou amigo.
• Viagem a negócios: leve uma carta da sua empresa indicando o período de sua permanência no país, o nome e o endereço da empresa que irá visitar.
• Estrangeiro residente no Brasil: RNE (Registro Nacional de Estrangeiro) original e fotocópia.
• Visto de trânsito: Caso você vá viajar para algum país e houver uma escala no Canadá (não superior a 48 horas), apresente uma fotocópia do bilhete aéreo e o visto para o país de destino. Dessa forma você dará entrada no seu visto de trânsito.

Obs: A equipe This Way orientará passo a passo todo processo de visto e imigração ao aluno.

Aplicando pelo visto canadense:
Ao aplicar para visto, é importante saber que não existem garantias da aceitação de sua entrada no país.

O período para a solicitação do seu visto canadense, é de aproximadamente 30 dias úteis, podendo ser estendido caso você seja solicitado a fazer exames médicos, ficar sujeito à verificações adicionais, etc.

Quando você faz a aplicação do visto canadense, seus documentos chegarão ao consulado do Canadá e lá será analisado se há necessidade que você faça uma entrevista com eles, podendo ser feita por telefone ou em alguns casos, pessoalmente. Caso seja necessário, eles lhe informarão o dia e horário.

Se seu visto for negado, você receberá seu passaporte de volta e também uma explicação sobre o porquê seu visto foi negado. Porém se seu pedido de visto for aprovado, você receberá em alguns dias, o seu passaporte juntamente com seu visto.

O consulado não devolve nenhum documento exceto o passaporte. Verifique com atenção antes de enviar documentos originais.

1) Trânsito para outro país: Se a escala de sua viagem não for superior a 48 horas de permanência no Canadá, apresente uma fotocópia do bilhete aéreo e itinerário de seu agente de viagens e VISTO para o país de destino (OBRIGATÓRIO)

Para dar entrada num pedido de visto de trânsito, não será necessário pagar taxas consulares. (Existe a taxa do VAC, normalmente colocamos como taxa consular)

2) Visto de uma entrada: Permite que você entre no Canadá uma única vez, exceto para os Estados Unidos, onde há um acordo que permite a entrada e saída com o visto de única entrada. Nesse caso o visto americano é obrigatório. Conferir valores.

3) Visto de múltiplas entradas: Permite que você entre no Canadá diversas vezes durante a validade do visto. Se você viajar a um país além dos EUA e pretende entrar novamente no Canadá, você precisará de um visto de múltiplas entradas. Conferir valores.

O visto canadense normalmente é dado de múltiplas entradas, mas é definido pelo oficial de vistos no momento da aplicação. O visto pode variar entre 6 meses e 5 anos, nunca excedendo a validade do passaporte. Não há a possibilidade de escolher a validade nem o número de entradas.

4) Permissão de Estudos: É o visto para estudantes que pretendem ficar mais do que 6 meses no país. No caso de cursos com duração superior a seis meses, é necessário incluir na documentação o exame médico emitido por um médico credenciado junto ao consulado. Apresente uma carta de aceitação emitida pela escola no Canadá. Conferir valores

5) Permissão de Trabalho: Caso o profissional tenha sido convidado por uma empresa canadense para exercer suas funções naquele país, este é o visto adequado. A permissão de trabalho só é emitida quando a posição for autorizada pelo Ministério do Trabalho do Canadá e assim, existe um contrato oficial. Apresente uma carta do empregador indicando o período de sua permanência, o nome e endereço da empresa que você visitará e o tipo de negócios que realizará. Se você incluir documentos empresariais, apresente somente a última atualização e não a versão original ou modificada. Conferir valores

6) Negócios: Utilizado para uma breve viagem ao Canadá como reunião, palestras, etc. É obrigatória a apresentação do convite nominal feita pela empresa canadense.

Visto de turismo e turismo com permissão de estudos:
É o tipo de visto utilizado por pessoas que desejam viajar a passeio ou para cursos de até seis meses. Algumas viagens a negócios, também podem ser realizadas com a solicitação desse tipo de visto.

Atenção: Se você vai realizar algum curso que possua estágio, você deve solicitar a permissão de estudos.

Além disso, para o visto de turismo, também existe a diferença entre o visto entre uma entrada, que se limita a apenas uma única entrada no país, e o visto de múltiplas entradas, que permite que a pessoa que possui esse tipo de visto entre e saia do país quantas vezes forem necessárias em determinado período.

A validade do visto de única entrada e o período permitido para ficar no país são de no máximo seis meses, podendo variar para menos.

Já a validade do visto de múltiplas entradas é de no máximo cinco anos e a permanência máxima no país é de no máximo seis meses a cada entrada, também podendo variar para menos.

Se você vai aplicar pelo visto de turismo, ao chegar na imigração deve deixar claro para os oficiais que possui vínculos suficientes em seu país de origem e que ao término de sua viagem você deixará o Canadá, assim você diminuirá as possibilidades de ser visto como um imigrante ilegal.

Tab content area